Para aumentar suas chances de atingir o sucesso profissional, é preciso saber o que se quer da vida. Provavelmente, você já ouviu a frase “se não sabemos aonde queremos ir, qualquer lugar serve”. Essa é uma frase que nos indica a importância de traçar rotas, já que os jovens talentos merecem mais do que “qualquer lugar”.

Mesmo com um plano de vida, o caminho é árduo, difícil, duro, mas os jovens que sabem seus objetivos são mais seguros e lidam melhor com rejeições e dispensas, porque sabem para onde ir em seguida – não desistem fácil.

Os jovens desorientados demoram mais tempo para sair da zona de conforto e para assumir novos rumos, traçarem plano B e se encontrarem na profissão. O fácil acesso às informações e à comunicação, que a tecnologia possibilita, deveria facilitar o processo, mas acaba gerando ainda mais incertezas.

Falta foco, objetivos e cercar seus caminhos direcionando para essas metas, seja por meio de estudos, contatos profissionais ou empresas específicas. Falando nisso, durante o processo seletivo, a empresa se interessa muito pelo plano de carreira do jovem, já que ela pode fazer parte desse momento. Ter um plano de vida profissional mostra confiança, seriedade e determinação, pontos muito positivos na hora da seleção.

Para aqueles que ainda estão sem propósitos, claro que ainda há tempo, mas é bom ir traçando seus planos, pelo menos para dar os primeiros passos na direção correta.