É sabido que os filhos são as sombras de seus pais. Desde cedo, vemos bebês e crianças imitando seus pais, andando de salto alto, passando batom, fingindo fazer a barba ou passando gel no cabelo. Isso acontece porque nossos pais são o primeiro contato que temos com a sociedade e encontramos padrões, a fim de reproduzir com a maior fidelidade possível, para nos incluírmos dentro desse modo de vida.

Fora de casa, as atitudes não são diferentes. Levamos muito o que aprendemos com nossos pais para a escola, faculdade, trabalho, relacionamentos amorosos. Portanto, é necessário que os pais entendam a importância dos bons exemplos, dos estudos e das relações de carinho e ensinamentos.

Os valores, a integridade e a ética precisam conviver naturalmente para que as gerações mais antigas deixem apenas bons frutos para as próximas gerações. É preciso entender que devemos deixar aos nossos jovens a noção de liderança, para que eles possam reproduzi-la com orgulho, determinação e empatia.