A atual geração nasceu “grudada” nas novas tecnologias, já está acostumada com a era digital. Hoje em dia, julgamos normal que crianças com menos de três anos saibam manipular diferentes gadgets com a mesma (ou mais) facilidade do que adultos.

Essa tecnologia aproxima os jovens dos resultados instantâneos. Nos vídeos de streaming, sabemos o final em poucos minutos; nas redes sociais, descobrimos se a nossa foto ou texto agradou nossos seguidores; nos jogos eletrônicos, temos o resultado final em nossas mãos. O confronto com a máquina possibilita ao jovem o conceito de “vim, vi e venci”. Tudo assim, bem rápido.

Essas situações podem fazer com que o jovem associe as vitórias pessoais no mundo digital com as vitórias sobre as dificuldade do mundo real, sobretudo, no mercado de trabalho. Esse panorama faz com que a geração atual se prepare sob diferentes condições em relação a outras gerações. O que pode ser uma armadilha, em alguns casos.