Job Rotation é uma prática adotada por muitas empresas, uma estratégia que oferece aos lideres um diferencial significativo na gestão de pessoas.

O grande intuito dessa prática é oferecer aos jovens que acabaram de iniciar suas atividades, o entendimento de como a empresa atua, fornecendo uma visão mais sistêmica dos setores aos jovens que ainda estão decidindo em que área focarão a sua carreira profissional.

Os jovens que chegam às empresas são pertencentes à atual geração digital, a Z, e possuem uma característica muito marcante: são totalmente tecnológicos e avessos a rotinas. Essa meninada tem melhor aproveitamento se estiver motivada no que faz. Realizar rotinas exclusivamente repetitivas faz com que o jovem interprete que está sendo mal desenvolvido.

Diante disso é importante que o gestor apresente tarefas em que ele possa ser estimulado a pensar em novas maneiras de executá-la.

No Job Rotation o jovem poderá observar colegas de outras áreas, líderes diferentes e se identificar com as atividades que mais lhe interessar.

Outras vantagens:

• Aprimorar outras competências que o aprendiz ainda não desenvolveu;

• Motivação do jovem com a saída da rotina;

• Visão sistêmica da empresa;

• Permite que o aprendiz, que por acaso não esteja com um bom desempenho nas atividades em um setor, apresente melhor habilidade em outro;

• A execução de atividades por outro aprendiz pode ser uma oportunidade para melhoria ou geração de novas ideias;

• Impede vícios na execução do trabalho (vinculo com pessoas/fornecedores, zona de conforto).