No momento de conquistar uma oportunidade no mundo do trabalho, o que conta é a atitude. Conhecimento se adquire e habilidades podem ser treinadas e aperfeiçoadas. No momento de decidir quem receberá os investimentos de um Programa de Estágio a empresa optará pelo candidato que demonstrar força de vontade e determinação.
Não importa o tamanho da organização, sempre haverá possibilidades para se destacar e mostrar a que veio. Construir uma carreira na mesma empresa não é uma missão impossível e pode ser muito vantajosa; de estagiário à alta administração.
É claro que para que isso aconteça, o jovem deve estar atento e dedicado para agarrar todas as oportunidades importantes que se apresentarem ou forem construídas. O mundo do trabalho possui normas próprias, como recompensas pelo sucesso, mas também tem seus “custos”.
As oportunidades, as ofertas, as realizações e os recursos estarão ao lado do jovem todos os dias, porém não existe caminho curto, rápido ou mágico. Nada caí no colo e nesse ambiente a palavra de ordem é conquista.
Aprender a lidar com a pressão, com a busca incessante por resultados próprios, com as cobranças e com o estresse que todo ambiente de trabalho possui é o primeiro passo.
Enxergar essas dificuldades como algo normal que precisará ser enfrentado para alcançar os objetivos, é essencial. Uma característica muito marcante nos jovens da atualidade é a ansiedade e a dificuldade em lidar com objetivos de médio e longo prazos, o que dificulta muito na construção de uma carreira na mesma organização. Normalmente, eles buscam agilidade nas respostas e quando não veem a tempo desejado, desanimam e perdem o interesse. Como diz o ditado popular “a pressa é inimiga da perfeição”, confirmando que ninguém chega ao topo de uma empresa em dois anos.
É possível, entretanto, verificar jovens com 30 anos ocupando diretorias. A receita para o sucesso talvez seja o compromisso com o desafio apresentado, mesmo tratando-se de um estágio, o jovem deve enxergar as atividades a serem realizadas como se a empresa fosse sua, dando o seu melhor, trazendo novas ideias e buscando a todo o momento o seu desenvolvimento.
De outro lado, atrair, treinar e reter esses jovens é a missão dos líderes e para isso as empresas devem apresentar desafios e acreditar no potencial dessa garotada cheia de frescor e de ideias, mas que querem ter a certeza de que estão crescendo e que todo o empenho valerá a pena se estiver em sintonia ao seu objetivo traçado.