Provavelmente você já deve ter entendido algumas técnicas que o trouxeram ao sucesso, ou pelo menos bem próximo dele. Mas como continuar a crescer ou manter um negócio?

Como saber o que é bom para seu negócio se você não tem referências? E, é dessa dúvida que surge o benchmarking.

Para aumentar a eficiência da sua empresa e ter uma referência de mercado, é necessário que você faça benchmarking. Essa ferramenta, ajuda a melhorar o conhecimento da organização, aprimora, gera conhecimento de mercado, entre outras coisas. Tudo isso se resume a um processo de pesquisa, que compara produtos, serviços, metodologias e práticas empresariais por meio de uma análise interna, identificação de grandes concorrentes, definindo estratégias, analisando o mercado, identificando lacunas de desempenho, implementando ações e retroagindo.

Existem alguns tipos de benchmarking, como:

  • Benchmarking interno

O benchmarking interno busca aprimorar práticas que sua empresa já possui.

  • Benchmarking de concorrência/competitivo

O benchmarking com foco em concorrência avalia e filtra todas as ações do concorrente, mostrando meios de dominar aquele nicho.

  • Benchmarking funcional/genérico

O benchmarking funcional compara o processo como as empresas trabalham.

  • Benchmarking de cooperação

O benchmarking de cooperação funciona por meio de parcerias, e todas as informações que é possível transmitir de um negócio para outro.

Faça o uso desse processo, mas avalie com calma as dicas e veja se elas encaixam com o momento que a empresa está agora para que assim você melhore o desempenho de sua empresa.