Jovens das últimas gerações são mais bem preparados tecnicamente, eles tem o poder da superinformação e vivem o período em que as informações são instantâneas e depositadas na internet, disponíveis e livres para quem souber buscá-las.

 

Hoje em dia as informações são disponibilizadas às toneladas. O conhecimento da civilização está disponível na internet. Tudo está lá e é difícil escolher a informação mais adequada.  Tamanhas facilidades acabam por criar em muitos o espírito da indolência, ou se preferir, do caminho curto.

Entretanto, em que esse panorama influência na integração do jovem atual no mercado de trabalho?  O processo de transformação muito rápido que a humanidade vivencia exige que todos estejam antenados, contribuindo para realizar negócios mais condizentes com o futuro. Sem conhecer o mercado de trabalho, o jovem não poderá ser aproveitado, deverá perceber que é primordial conhecer o que ocorre no mundo e que esse conhecimento será cobrado ao se candidatarem a vagas no meio do profissional.

 

Como toda informação está disponível, as empresas cobram isso dos candidatos a profissionais. O entendimento das empresas é bastante simples e pragmático: gente alienada não interessa. Não há espaço para amadores e alienados junto às empresas, pois o número delas que atua em mais de um país e continente é bastante considerável. E as outras, rapidamente, estão se globalizando.