Participar de um processo seletivo é estar na vitrine, ter a oportunidade para concretizar um objetivo e ser comparado com outros candidatos. O estresse decorrente das entrevistas de emprego é comum à maioria das pessoas, entretanto isso não significa que o candidato não tenha que aprender a controlá-lo.

Apesar da importância dessa etapa para o futuro profissional do jovem, muitos candidatos desatentos comparecem e apresentam-se na entrevista de estágio/aprendiz/trainee de modo desleixado, pecando em sua postura verbal e gestual, e também na apresentação física.

Mesmo o jovem sem vivência nesse meio, precisa cuidar, com atenção redobrada, dos aspectos para a construção de uma imagem positiva: Postura e apresentação.

Fique atento em alguns pontos:

  • Procure ser você mesmo. Não tente ser artificial. A artificialidade denota algo falso, pode demonstrar que quer esconder algo. Em uma entrevista, essa conduta pode ser desclassificatória.
  • Fale sobre aquilo que sabe. Quando falar, demonstre conhecimento de causa, firmeza e clareza. Não invente e, especialmente, jamais queira se sobressair com uma mentira. Quando não souber alguma coisa, seja sincero e diga que não sabe.
  • Cuidado com a presunção, arrogância e as piadas. Assumir um desses papéis não acrescenta nada ao resultado final, pelo contrário: elimina qualquer chance que o candidato possua mesmo que tenha se saído muito bem nas etapas anteriores.
  • Demonstre interesse e atenção à entrevista. Pergunte o que não entender, faça a conversa se desenvolver. Pergunte o que achar necessário.
  • A postura gestual deve ser condizente com o momento. Os gestos e o olhar devem, obrigatoriamente, demonstrar segurança, confiança, coragem e determinação. No mundo do trabalho não há espaço para pessoas com atitudes negativas, com insegurança excessiva, falta de confiança em si mesmo e falta de clareza de objetivos.
  • Apresentar-se em uma entrevista para emprego mascando chiclete é inaceitável.

É sempre bom lembrar que antes de um processo seletivo, o candidato deve pesquisar a empresa contratante, identificar a cultura e avaliar se conseguirá adaptar-se às normas vigentes na organização. O mundo do trabalho está se modificando, mas alguns itens devem ser observados, cuidados básicos com vestuário, acessórios, higiene e educação precisam ser observados.