Para algumas empresas, o trainee tem papel preponderante no futuro do negócio, e é esperado que ele tenha a capacidade de atuar como uma espécie de fio condutor entre o seu funcionamento atual e como funcionará no futuro.

 

Pela aposta que fazem nos trainees, as empresas não hesitam em apresentar os seus “pacotes de atração” com força e destaque, na expectativa de que os melhores candidatos se interessem pelo programa.

As táticas mais utilizadas para atrair e fidelizar os candidatos são:

  • Transparência nas intenções: não é demais intensificar para os candidatos o que os espera no final. Os profissionais envolvidos na seleção devem estar bem informados sobre o programa trainee, sabendo transmitir aos candidatos a lisura do processo e o que irá ocorrer, na prática, aos selecionados.
  • Mostrar-se por inteiro: seus valores, visão de futuro, crenças, como faz as coisas, instalações e testemunhais de parceiros, fornecedores, clientes e, especialmente, de funcionários e de ex-trainees em posições estratégicas.
  • Apresentação humana: nas etapas finais da seleção, é fortalecedor que os candidatos sejam levados a realizar os painéis seletivos nas dependências da empresa. Por exemplo, receber os candidatos para um café da manhã, seguido de uma visita às dependências, um bate-papo em grupo com alguns profissionais da empresa, por meio de uma dinâmica de perguntas e respostas de lado a lado.

 

A iniciativa atende ao objetivo de fortalecer as relações, o interesse dos candidatos e sua confiança para virem trabalhar como trainee.