Há forte tendência no mercado, junto às empresas que preparam seus estagiários na estratégia de investimento, de realizar a tarefa olhando quatro fatores que ampliam o desenvolvimento dos jovens. São eles:

  1. Técnico: Focado nas competências técnicas para o exercício da futura profissão e também o da função para qual o estagiário é preparado. Dessa forma, o estagiário é preparado para exercer o cargo na empresa e também no mercado.
  2. Comportamental: Atendendo a maior fragilidade do estagiário para se movimentar no meio empresarial. Nesse fator é focado o conjunto de habilidades e competências importantes para o exercício da futura função.
  3. Cultural: Os conteúdos culturais são canalizados para o melhor desempenho profissional, pois fogem do dia a dia da empresa, oferecem outra forma de perceber o valor das coisas e são bom suporte para exercitar a inovação. Ao envolver os estagiários com teatro, exposições, filmes, livros e leituras em geral, shows e música, outros colaboradores embarcam nessa, o que traz benefícios para o negócio.
  4. Socioambiental: Todos na empresa devem estar conscientes em devolver à sociedade o que recebem dela, complementado pela consciência de que o seu negócio só será sustentável se houver investimento duradouro na sustentabilidade. O estagiário é de uma geração que tem a sustentabilidade como missão de vida e precisa estar disponível para participar.

 

Investir no desenvolvimentos do estagiário exige constante reforços da empresa perante os colaboradores, direta e indiretamente envolvidos, para todos ganharem crescimento humano e profissional.